As embalagens trazem muitas informações, a lista de ingredientes é enorme, existem muitos sabores e texturas diferentes e sempre acabamos perdidos no meio de tantas opções. Para nos ajudar a conhecer melhor os cremes dentais e, assim, não ter mais dificuldades na hora de escolher ou usar o produto, o Mother Nature Network preparou uma lista com dicas imperdíveis. Confira as informações e garanta um sorriso muito mais bonito:

1 - Aposte no fluoreto

Quando vamos conferir os ingredientes dos cremes dentais, aquela lista de nomes esquisitos é desanimadora. Porém, independente da sua necessidade – controle de tártaro, clareamento, hálito fresco etc. –, os especialistas são unânimes ao dizer que o fluoreto é um dos princípios fundamentais do produto. De acordo com a Academy of General Dentistry (ADA), dos Estados Unidos, escovar os dentes com pastas com fluoreto duas vezes ao dia é o suficiente para reduzir o aparecimento de cáries em 40%.

2 - Cremes clareadores fazem efeito (até um certo ponto)

Desde o lançamento dos primeiros cremes dentais com efeito clareador, profissionais e consumidores passaram a questionar o resultado prometido por esses produtos. A verdade é que eles podem melhorar o aspecto dos seus dentes, mas não alcançarão o efeito de um tratamento realizado em consultório com o auxílio de um profissional.

“Cremes dentais clareadores – como todos os outros cremes – contêm abrasivos suaves que ajudam a remover as manchas da superfície dos dentes. No entanto, o formato das partículas usadas nos cremes branqueadores é modificado para que elas limpem melhor, então você vai ver uma diferença notável na aparência dos seus dentes”, explica o Dr. Clifford Whall, diretor da American Dental Association. O profissional ainda ressalta que os cremes não contêm descolorantes, o que faz com que seja impossível clarear os dentes drasticamente.

3 - Menos é mais

Embora as propagandas sempre mostrem que é preciso uma escova com as cerdas cheias de pasta de dentes para conseguir um sorriso mais limpo e bonito, os especialistas indicam que uma pequena quantidade do produto é suficiente para cuidar da sua boca adequadamente. “Tudo o que você precisa é uma quantidade de creme dental do tamanho de uma ervilha”, revela E. Jane Crocker, presidente da Massachusetts Dental Hygienists’ Association. Economizar na quantidade de creme utilizada em cada escovação ainda garante que o tubo dure por muito mais tempo!

4 - Os ingredientes dos cremes dentais podem surpreender você

Como comentamos anteriormente, aquela lista enorme de nomes que nunca ouvimos falar pode causar arrepios. Inclusive, o MegaCurioso conta com um artigo bastante detalhado que explica a função de cada um dos compostos presentes nos cremes dentais. Mas nunca é demais lembrar que algas marinhas são utilizadas como espessantes, detergentes (como o lauril sulfato de sódio, por exemplo) são os responsáveis pela espuma e glicerina, que é um ingrediente de origem animal, confere textura e evita que o produto resseque. Segundo o ADA, todas essas substâncias são seguras para o uso.

5 - Creme ou gel: qual é melhor?

Você já deve ter ouvido diversas opiniões sobre qual tipo de pasta é melhor para cuidar dos seus dentes. Pois saiba que para os especialistas as duas apresentações do produto se igualam na hora de limpar e proteger sua boca. “Além do sabor, da textura e da sensação que traz, não existem maiores diferenças entre as formas. Eu acho que é uma questão de preferência pessoal, que pode ser descoberta através de tentativa e erro”, finaliza Crocker.

Adaptado de Mother Nature Network

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top