A natureza sempre nos brinda com fatores e seres surpreendentes. Os felinos híbridos, por exemplo, são alguns deles. Esses animais surgiram do resultado de cruzamentos em cativeiro e também de algumas raras reproduções naturais entre diferentes espécies de felinos na própria selva.

Esses exemplares são chamados de híbridos e podem ter a aparência bastante interessante sem perder a majestosa beleza felina. Confira abaixo.

1. Ligre

Ele é de uma espécie resultante do cruzamento entre um leão e uma tigresa, sendo que esses animais geralmente atingem tamanhos bem maiores do que os seus progenitores.

Tanto que eles são tidos como os maiores felinos do mundo, pois esse tipo de cruzamento genético entre o leão e a tigresa acaba resultando em gigantismo. Para você ter uma ideia, eles podem medir até quatro metros de comprimento e chegar até quinhentos quilos.
Apesar desse tamanhão, os ligres são sociais, felizes e demonstram bastante afeto pelos seus treinadores, sendo muito dóceis com eles. Na aparência, os ligres geralmente têm a pelagem dourada dos leões com as listras de tigres bem suaves.

2. Tigreão

Já esse gatão que você vê na imagem acima é o inverso do ligre no cruzamento, tendo a leoa como mãe (Panthera leo) e o tigre (Panthera tigris) como o pai. Dessa forma, esses animais têm pais com o mesmo gênero, mas de espécies diferentes, assim como o ligre.

No visual, o tigreão se assemelha bastante com o ligre, exceto pelo tamanho. No caso desse cruzamento, esses animais herdam genes inibidores de crescimento de sua mãe leoa. Por essa razão, não crescem exageradamente, mas também não apresentam problemas de nanismo, podendo atingir cerca de 180 quilos.
Eles também possuem as listras herdadas do pai tigre bem suaves. Os machos podem apresentar jubas como dos leões, mas em tamanho mais discreto do que o rei da selva.

3. Pumapardo

O pumapardo é um híbrido resultante do cruzamento entre um puma e um leopardo. Ele resulta de ambas as combinações: puma macho com fêmea de leopardo e vice-versa.

No entanto, esse tipo de descendência não resulta em animais grandes e eles apresentam uma tendência ao nanismo. Por isso, normalmente tem pernas mais curtas. Sua pelagem é levemente marrom-dourada, com manchas herdadas do leopardo.

4. Leopon

Ele é o híbrido resultante de um cruzamento entre um leopardo macho e uma leoa. Entre os machos, a cabeça do animal se parece com a do leão — com a típica juba — e o resto do corpo se assemelha com os leopardos. Esses híbridos podem chegar a 2,50 metros de comprimento e 150 quilos.

5.Jagleão

O jagleão é o resultado do cruzamento entre um macho de onça-pintada e uma leoa. O nome jagleão vem do inglês “jaglion”, pois a onça também é conhecida como jaguar. Sua pelagem tem o tom um pouco mais escuro do que a do leão com as manchas do leopardo. Um exemplar nasceu com a aparência ainda mais curiosa.

No dia nove de abril de 2006, dois jagleões nasceram em cativeiro no Santuário Bear Creek Wildlife, no Canadá. Jahzara (uma fêmea) e Tsunami (macho) foram resultados de um cruzamento não intencional entre um macho de onça negro chamado Diablo e uma leoa chamada Lola, que tinham sido criados juntos e eram inseparáveis.

Eles estavam separados quando Lola entrou no cio, mas Diablo deu um jeitinho para se encontrar com ela e o resultado foi a gestação dessas duas gracinhas que você vê na imagem acima. Tsunami tem o tom mais claro, mas é bem manchado, enquanto Jahzara é bem mais escura. 

Adaptado: MegaCurioso

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top