Seja qual for o estilo ou filosofia por trás de cada uma dessas criações, fato é que os sofás abaixo são do tipo que, com certeza, não se vê em qualquer sala de estar.

1 - Comestível

“Deixe que eles comam arte”, disse Leandro Erlich, autor desse sofá forjado em chocolate. Uma obra de arte bastante convidativa, sem dúvida.

2 - O maior sofá de areia do mundo

O artista londrino Andrew Robertson foi convenientemente rebatizado de “Sandy Andy”, o que parece mesmo bastante apropriado. Basta conferir o enorme sofá de areia composto para a Maratona Londrina, tomando uma pequena faixa de areia às margens do Tâmisa.

3 - Mil e uma horas de ócio

“O Leste encontra o Oeste”, eis a proposta de Tonio de Roover. Mistura de sofá e escultura, esse tapete “voador” faz referência à coleção de contos populares “As Mil e uma Noites”. Para o autor, a simplicidade das formas e materiais “enfatiza a imagem”.

4 - Gramado confortável

Em 2010, ao perceber que o típico cidadão do Reino Unido passava aproximadamente 43 horas por semana esquentando o sofá da sala, alguém resolveu: o negócio era confeccionar sofás verdes em vários locais, a fim de, quem sabe, fazer com que essas pessoas tomassem um pouco de ar.

A estrutura tem quase 10 metros de comprimento e tem o interior composto por palha — a qual é coberta por tapetes de grama verde. Pouco mais de um mês é suficiente para cultivar um desses.

5 - Um enorme gato de pelúcia

O ato de se sentar sobre esse enorme sofá em formato de gato foi batizado pelos seus criadores de “doce vingança”. A obra é de autoria de um estúdio em Antuérpia (Bélgica) e foi batizada de Felix Domesticus. Com 3,5 metros de comprimento, a escultura compõe uma coleção de cinco peças inspiradas nos felinos.

Adaptado de Megacurioso

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top