Tente imaginar como seria sua vida em 1963. Muito diferente? Pode apostar que sim. Muitas coisas consideradas essências hoje sequer existiam seis décadas atrás.

Confira 5 coisas que fazem parte do seu dia a dia e não existiam há 60 anos:

1 - Telefone de tecla

Quando surgiu: 1963

Em tempos de telefones com telas sensíveis ao toque, pode parecer estranho pensar que há 50 anos a novidade do momento era o telefone de tecla, que vinha substituir o telefone de disco (como o da foto da esquerda – caso você seja novo o suficiente para nunca ter visto um por aí). Apesar de terem sido inventados em 1941, os telefones com teclas só se tornaram disponíveis comercialmente em 1963.

2 - TV em cores

Quando surgiu: 1953-1968

Os testes iniciais para o desenvolvimento da TV em cores começaram no início dos anos 1900 e na década de 1950 os laboratórios RCA criaram o sistema definitivo de transmissão. Ela já estava por aí 50 anos atrás, é verdade, mas só se popularizou e chegou amplamente às casas no final da década de 1960.

3 - Videogame

Quando surgiu: 1972

A história dos jogos eletrônicos começou na década de 1940. Em 1947, Thomas T. Goldsmith Jr. e Este Ray Mann registraram a patente de um “dispositivo de diversões com tubo de raios catódicos” – o que não parecia tão divertido assim, na verdade. Mas, não muito depois da invenção mirabolante da dupla, surgiam os primeiros jogos de computador – opções de entretenimento em vídeo analógico lançados na década de 1950. Em 1972, foi lançado o primeiro console que podia ser conectado à TV, o Magnavox Odyssey, inventado por Ralph H. Baer e representante da primeira geração de videogames. O console se tornou mais popular com o lançamento do Atari, que chamou atenção do mercado para o produto que segue crescendo – hoje, considera-se que os consoles estão em sua 8ª geração, com o lançamento de plataformas focadas em maior conectividade, como é o caso do Wii U e o Nintendo 3DS.

4 - Telefone celular

Quando surgiu: 1983 (comercialmente)

Você é do tipo que não desgruda do celular nem na mesa do bar? Imagine então como era viver sem ele. Depois de algumas empreitadas em telefonia móvel (que já havia chegado em forma de aparelhos peso-pesado instalados em carros), o primeiro protótipo do celular da maneira que conhecemos apareceu 1973. John F. Mitchell, então engenheiro chefe da Motorola, foi o responsável por criar o primeiro telefone celular, que pesava 1 kg (!). Em 1983 a Motorola lançou o DynaTAC 8000x, primeiro modelo disponível comercialmente. No Brasil, o aparelho só chegou em 1990.

5 - Código de barras

Quando surgiu: 1974

O código de barras parece algo tão prosaico que é até difícil imaginar que não esteve sempre lá, no cantinho de todo produto que você adquire. Não se engane pela aparente simplicidade das finas faixas pretas: foi preciso muito esforço para criar o sistema de identificação e um leitor apropriado. Os primeiros estudos começaram em 1948, e foram conduzidos por Bernard Silver e Norman Joseph Woodland, então estudantes da graduação do Drexel Institute of Technology, nos EUA. Eles criaram o sistema de barras lineares a partir do Código Morse – conectando os pontos, surgiam as barras. Para a leitura, pegaram emprestada a tecnologia usada no cinema para a identificação da trilha sonora. A ideia foi patenteada em 1952, mas sua implementação só viria na década de 1970. O Universal Product Code (Código Universal de Produtos) foi usado pela primeira vez em 1974.

Adaptado de Super

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top