O gênero de música sertaneja, cuja origem do nome está no sertão nordestino, popularizou-se com o passar do tempo e ficou conhecido também como “música caipira”. Se você pensa logo em Chitãozinho e Xororó quando o assunto é esse estilo musical, está certo, mas existem outros artistas que gravaram músicas há muito tempo e que, até hoje, ainda não são muito conhecidos.

Algumas dessas músicas, porém, têm letras engraçadas, divertidas e inteligentes, conforme as situações que representam. Por exemplo: você já imaginou ouvir uma dupla sertaneja cantando uma canção sobre depilação? Pois é. Isso existe. A seguir, você vai poder conferir algumas composições com letras bem interessantes. Depois conte para a gente o que você achou delas.

1 - Não se depile

A dupla Bob e Robison iniciou suas atividades artísticas há algumas décadas, deixou de se apresentar por um tempo e agora, voltou a gravar. Um dos grandes sucessos dos dois irmãos é a canção “Não se depile”, que faz uma defesa às mulheres que, em vez de arrancar os pelos das pernas, preferem descolorir. Você já tinha ouvido uma música sobre esse assunto?

2 - Só capim-canela

Esta música é um pouco mais moderninha e sacana – com um duplo sentido que você só percebe depois de ouvir e conferir a história por trás da letra. Aproveite!

3 - Bruxa Feiticeira

Esta música é da dupla Conde & Drácula, e é provavelmente a única letra musical no mundo que fala de sopa de coruja. Pelo nome da dupla, não é de se estranhar que as músicas tenham um tom mais macabro. E divertido.

4 - Mulher feia

Esta é a descrição mais cruel sobre a aparência de alguém, nós não temos dúvidas. José mendes, quando gravou “Mulher feia” estava realmente inspirado.

5 - Cada qual tem o fim que merece

A dupla Divino Reis & Rei Divino abriu o coração nesta música que fala de amigos falsos, de tempos velhos de orgia e da vida boêmia. Triste.

Adaptado de Megacurioso

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top