Não é somente para os que têm 18 anos ou para os que estão prestando vestibular que este assunto é interessante. Saber sobre as profissões do futuro e entender como o mercado irá evoluir dentro de alguns anos pode ser a peça chave que falta para você se dar bem.

Ao descobrir quais são os cinco empregos mais necessários do futuro, você pode avaliar se a sua profissão se encaixa em alguma destas funções ou se será necessário mudar de profissão para não passar aperto a longo prazo.

1 - Engenheiro biomédico

No nosso primeiro lugar da lista está o engenheiro biomédico. Sua função é juntar as disciplinas médicas com as disciplinas da engenharia. E, desta maneira, desenhar e construir novos equipamentos, como órgãos artificiais, e lapidar alguns processos como testes genéticos ou administração de medicamentos. Essa profissão se encontra como uma das mais promissoras devido ao avanço tecnológico das indústrias farmacêuticas e genéticas. Calcula-se que 12 mil novos postos sejam ocupados até 2018, a um salário de 100 mil dólares ao ano, em média.

2 - Analista de comunicações e sistema de redes e dados

Com este nome complicado, este item da nossa lista pode parecer um tanto difícil de entender, mas não é. A função deste profissional é conhecer a concepção, construção, manutenção e testes da área de TI, seja intranet ou internet. E é um emprego promissor devido ao crescimento dos smartphones e do "cloud computing", serviço online de armazenamento de dados e aplicativos. O que se espera para 2018 é um aumento de 53% nesse mercado e um salário de aproximadamente 90 mil dólares ao ano.

3 - Engenheiros de petróleo

Como muito se especula sobre o fim do petróleo, é necessário que existam profissionais capacitados nesta área a fim de encontrar novos poços e jazidas de petróleo. Para isto, é imprescindível ter conhecimentos em engenharia, geologia, geofísica e mineração. Também é preciso saber como se desenvolvem projetos de exploração, produção e comercialização de petróleo e gás natural sem prejudicar o meio ambiente e sem desperdiçar os recursos. O mercado é grande e a mão de obra é escassa. O profissional da área pode atuar em companhias ligadas à extração de petróleo e gás natural, empresas de engenharia, organizações governamentais relacionadas à indústria petroleira e também em instituições de pesquisa e ensino. O salário inicial é, em média, de R$ 3 mil.

4 - Engenheiro de mobilidade

São responsáveis pela construção, funcionamento e assistência das infraestruturas ferroviárias, portuárias e aeroportuárias. Os engenheiros de mobilidade também têm que conferir se tudo está conforme as normas legais específicas na legislação. No perímetro urbano, o gerenciamento da sinalização das vias e o planejamento do transporte urbano, tendo em vista a melhora do fluxo no trânsito, também são responsabilidades destes profissionais. O curso de engenharia de mobilidade é novo. Ele surgiu no Brasil no ano de 2009 e tem duração de cinco anos.

5 - Especialistas em cuidados da pele

Devido a um dos problemas que mais preocupam a humanidade atualmente, a quantidade de especialistas em cuidados da pele deve crescer 38% até 2018. E tudo isso porque a população está buscando se rejuvenescer cada vez mais. Tratamentos como botox, lasers e peelings em spas vêm crescendo enormemente. A venda de produtos anti-idade cresceu 13% até 2008, e espera-se que este aumento chegue a 20% em 2013. O que também colabora para o fortalecimento desta área é que hoje em dia a preocupação com o cuidado da pele não é somente das mulheres, já que muito homens também estão consumindo produtos e serviços deste mercado.

Adaptado de G1

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top