Se você acha que o futebol pode ser um esporte perigosos pelas faltas, carrinhos e pelo uso da força física, saiba que tudo isso é brincadeira perto do nível de perigo dos esportes que aparecem aqui.

1 - Wing Walking

O Wing Walking nada mais é do que a prática de andar e se movimentar sobre as asas de um avião enquanto este está voando. A prática surgiu nos anos 20 de forma amadora e com o tempo foi ganhando forma profissional. Durante o voo, o piloto realiza manobras acrobáticas incluindo looping, touneaux e hammer head, com o wing walker sobre a asa do avião.

Com a profissionalização, o Wing Walking foi prezando mais pela segurança, mas ainda continua sendo um esporte bastante radical e perigoso. Calcula-se que no mundo existam apenas 20 equipes de Wing Walking, e uma é brasileira, sendo a única na América Latina.

2 - Free Style Motocross

O Motocross free style é um esporte relativamente novo. Seu objetivo não está em ganhar uma corrida, mas sim em executar manobras acrobáticas radicais enquanto salta de moto.

Os saltos são avaliados por juízes que conferem notas às acrobacias, baseados no nível de dificuldade, estilo e reação dos espectadores. As manobras mais conhecidas são o backflip (looping) e o bodyvarial 360°, onde o piloto faz um giro completo com seu próprio corpo enquanto a moto continua na mesma direção.

3 - Trenó de rua

Também conhecido como "street luge", acredita-se que tenha começado nos anos 70, quando skatistas aprenderam que poderiam aumentar sua velocidade deitando na prancha.

O trenó de rua é na verdade bem simples. Ele usa apenas a gravidade como força, e justamente por isso só pode ser praticado em descidas. Apesar de simples, no entanto, ele pode ser bem perigoso se todos os itens de segurança não forem usados, como joelheiras, capacete, etc, já que pode atingir velocidades entre 64-157 km/h.

4 - Hipismo

Pode não parecer, mas o hipismo pode ser um esporte bastante perigoso se não houver bastante cuidado. Ações para minimizar riscos como o chão de areia ou grama, além do uso do capacete, ajudam a não provocar acidentes graves, mas mesmo assim eles podem acontecer.

Jade South, Jessica Forsyth e Emma Jonathan são apenas alguns dos nomes de jovens promessas que infelizmente se envolveram em acidentes fatais nos últimos anos. As duas primeiras tinham apenas 14 anos de idade.

5 - Surf de ondas grandes

Também conhecido como “big wave surfing”, é uma modalidade do surf onde os surfistas, conhecidos como Big Riders, buscam ondas de ao menos 6 metros de altura.

Se te parece simples, tente imaginar uma onda desse tamanho ou maior caindo sobre você e te deixando submerso por 30 segundos ou mais. Para surfar nestas ondas, o tamanho da prancha pode variar e a preparação precisa ser bem maior, dado ao risco mais elevado.

Existe também a técnica conhecida como tow-in, onde são usados jet skis ou até helicópteros para levar os surfistas até a onda. Essa técnica permitiu que alguns surfistas conseguissem conquistar ondas de mais de 20 metros.

Adaptado de Discovery

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top