Talvez porque a gente tenha crescido assistindo a uma coleção de filmes e animações em que os animais são fofos, parceiros ou os grandes salvadores da pátria, acreditamos que eles são cheios de consciência e emoções humanas.

No grande entanto, essas histórias, por mais lindas e cheias de esperanças que sejam, não costumam ser verdadeiras. Não quero destruir nenhum conto de fadas que você tem aí na sua cabeça, mas chegou a hora de encarar a verdade nua e crua.

1 - Seu cachorro não vai salvar você

Sabe aquela história de que a Lessie sacrificaria a própria vida para salvar a de seu dono, porque ela aprendeu a amá-lo mais do que tudo? Bobagem. De acordo com pesquisadores da Universidade de Western Ontario, a Lessie e tantos outros animais que protagonizam essas histórias miraculosas são exceção à regra (se é que eles existem). A maioria dos vira-latas não são inteligentes o suficiente para nos ajudar.

2 - Crocodilos podem subir em árvores

Aí sim fomos surpreendidos novamente!
Uma vez que você entrar no território de um crocodilo, não há nenhum lugar para onde você possa correr, nenhum lugar onde você possa se esconder. Se ele quiser comer você, provavelmente vai conseguir. Simples assim.

Na água, eles podem nadar até 32 km/h, e em terra, eles podem galopar a até 17 km/h para curtas distâncias. Claro, você pode conseguir correr mais que eles, mas não nunca cometa o erro de apelar para uma árvore. Crocodilos e jacarés são muito hábeis em subir troncos. Lá de cima, você não vai ter muito para onde ir, né?

Répteis do México, Mississippi, Colômbia, Austrália e do Nilo foram todos encontrados descansando em galhos de árvores, às vezes até 5 metros de distância da margem do rio. Crocodilos bebês também têm sido encontrados pendurados em juncos enquanto os mais velhos já foram vistos a até 10 metros no ar. Os cientistas acreditam que eles estão lá provavelmente tomando sol ou, pior, tentando ter uma visão melhor de seus arredores.

Mas o que é verdadeiramente assustador é que um grupo de cientistas na Austrália testemunhou um crocodilo tentando escalar uma cerca de arame.

Não há como escapar. O crocodilo vai te pegar.

3 - Peixes que vivem em cardumes são animais traidores

Dois campistas estão passeando pela floresta quando se deparam com um urso irritado. O primeiro diz: “Estou feliz por estar usando meus tênis de corrida”. O segundo responde: “Você não pode correr mais que um urso!”. E o primeiro volta a dizer: “Eu não tenho que correr mais que o urso, eu só tenho que correr mais que você”!

A velha piada descreve um comportamento egoísta de sobrevivência passiva ou indireta, que é surpreendentemente comum no reino animal. Os cientistas têm visto muitas criaturas que tentam se esconder atrás de seus amigos quando predadores aparecem. No entanto, pesquisadores da Universidade de Salford Manchester, no Reino Unido, recentemente encontraram alguns animais um pouco mais diabólicos quando se trata de sobrevivência individual.

Em um estudo realizado com alguns cardumes, os biólogos descobriram que alguns peixes intencionalmente machucam seus amigos (para que eles fiquem para trás e sejam comidos) quando um predador faminto está em vista – seguindo a lógica da história do urso. Quem diria, não?

4 - Lagartas podem comer carne

Em vez de mastigar folhas como uma lagarta normal, uma larva de borboleta que vive em ilhas havaianas prefere comer carne, como moscas, baratas ou até mesmo outras lagartas. Esses membros do gênero Eupithecia passam seus dias ligados a galhos e folhas, à espera de algum inseto desavisado para abocanhar. Quando uma mosca pousa no corpo da larva, ela afunda suas patas dianteiras afiadas no corpo do inseto.

5 - Coalas transmitem DSTs (doenças sexualmente transmissíveis)

Enquanto podem parecer bonitinhos e fofinhos, dou a dica: você não vai querer ficar muito perto de coalas. Por um motivo muito simples: a maioria deles está infectada com clamídia. Até 90% dos coalas estão infectados com a DST em estado latente, que pode ser muito bem passada para seres humanos, onde a doença encontraria condições ideais para se desenvolver e atacar seu hospedeiro.

Os coalas podem carregar dois tipos de clamídia: Chlamydophila pecorum e chlamydia pneumoniae. Enquanto a pecorum só aparece em criaturas como coalas, búfalos, porcos e marsupiais, a pneumoniae não só pode se manifestar em humanos como pode fazer um estrago e tanto, provocando infecções respiratórias.

Mas o coala não passa a DST para os humanos da maneira que você está pensando. Os animais compartilham essa doenças conosco através da urina. Se você pegar um desses marsupiais infectados no colo, ele pode decidir se aliviar a qualquer momento e sua urina vai respingar por toda a parte.

Adaptado de ListVerse

1 comentários:

  1. Muito legal essas curiosidades. A história do crocodilo é de arrepiar!

    ResponderExcluir

 
Top