Não importa quantos estudos procurem derrubá-los: existem mitos médicos que simplesmente não saem do imaginário popular (especialmente entre mães preocupadas).

Confira a seguir 5 dos mais comuns (devidamente desmentidos por especialistas):

1 - Evite nadar depois de comer

Pode estar fazendo um calor infernal: se você acabou de encarar um churrasco, não deveria entrar no mar ou na piscina, sob o risco de ter cãibras e se afogar – ao menos é o que pais e mães pregam há décadas. O fato é que qualquer exercício vigoroso depois de uma refeição pesada pode causar desconforto, mas normalmente não chega a ser perigoso, e não há nenhuma razão especial para não nadar após comer, diz Vreeman – além disso, cãibras podem acontecer a qualquer momento, mesmo que você não tenha comido nada.

2 - Ler no escuro ou sentar muito perto da TV estraga sua vista

Quem já teve que ler sob uma luz fraca ou passou horas na frente da tela brilhante de um computador sabe que isso deixa a vista cansada – mas não há evidências de que cause dano permanente ou a longo prazo. Na década de 1960, contudo, o mito de que a TV podia prejudicar a vista procedia: algumas delas emitiam radiação que podia danificar os olhos, mas já faz tempo que isso foi resolvido, e os aparelhos modernos são seguros nesse ponto. Agora, se o seu filho costuma ficar muito perto da televisão, pode ser que ele precise usar óculos (embora não seja culpa da TV ou do computador).

3 - O frio deixa você doente

Embora nós possamos ter sintomas (reais ou imaginários) de resfriado quando ficamos muito tempo em um ambiente frio, o que realmente nos deixa doentes é a exposição ao vírus, não às baixas temperaturas. Em 1968, um estudo publicado no New England Journal of Medicine mostrou que o frio não deixa pessoas mais suscetíveis a ficar resfriadas: os voluntários expostos a exemplares de rinovírus (causa mais comum de resfriado) ficaram doentes, independentemente de estarem em ambientes aquecidos ou gelados.

Especula-se que casos de gripe e resfriado sejam mais comuns nos meses frios porque nesses períodos as pessoas tendem a passar mais tempo em ambientes fechados e junto com outras, o que facilitaria a transmissão dos micro-organismos.

4 - Você deve tomar pelo menos 2,5 litros de água por dia

Em 1945, o Conselho Nacional de Pesquisa de Alimentos e Nutrição dos Estados Unidos divulgou que adultos deveriam ingerir 2,5 litros de água diariamente (o equivalente a cerca de 8 copos), recomendação prontamente repercutida pela imprensa. O problema (apontado por membros do Conselho) é que não avisaram que boa parte dessa água vinha dos alimentos, não apenas de ingestão direta.

5 - Açúcar deixa crianças hiperativas e descontroladas

Pais e mães do mundo todo acreditam que açúcar em excesso pode transformar mesmo a criança mais sossegada em um verdadeiro “monstrinho”. “Mas isso é coisa da sua cabeça”, garante a médica. Em um estudo publicado em 1994 no Journal of Abnormal Child Psychology, pesquisadores deram Ki-suco (!) adoçado com aspartame a um grupo de crianças e, para metade dos pais, contou que o suco tinha açúcar e, para os demais, que era apenas aspartame (adoçante sintético). Aqueles que acharam que seus filhos estavam “cheios de açúcar” disseram que as crianças estavam hiperativas e incontroláveis, mas um sensor colocado no pulso delas mostrou justamente o contrário – elas estavam tranquilas. Uma possível explicação para esse mito é que, normalmente, crianças consomem muito açúcar em festas (como aniversários e comemorações de feriados), quando ficam agitadas independentemente do nível de açúcar no sangue.

Adaptado de My Health News Daily

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top