Designers de produtos se preocupam em fazer objetos que são essencialmente úteis. Pelo menos é isso o que eu, você e todos os outros leigos no assunto pensamos, mas parece que nem sempre é assim.

Katerina Kamprani, uma arquiteta e modeladora 3D de Atenas, na Grécia, criou uma série de objetos do cotidiano chamada “The Uncomfortable” (“o desconfortável”, em tradução livre), onde, na verdade, o oposto da utilidade é o que conta.

Em vez de procurar a melhor solução para um problema, Kamprani fez exatamente o contrário – ela analisou cuidadosamente a função pretendida de cada objeto e, em seguida, descobriu a melhor maneira de confundir essa função. Dá uma olhada nesses exemplos:

1 - Acho que suas plantas não ficarão felizes quando você chegar com esse regador no jardim

2 - Boa sorte tentando equilibrar essa panela cheia de qualquer coisa fervendo

3 - Mais um almoço daqueles

4 - E então uma sobremesa daquelas

5 - “Oh, olá chuva…”

Adaptado de Bored Panda

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top