Você consegue imaginar sua vida sem cartões de crédito? Até 1950 todos precisavam fazer isso, pois as únicas formas de realizar transações bancárias e pagamentos eram por meio de dinheiro ou talões de cheque (que hoje são muito pouco utilizados). Não existia a comodidade dos pagamentos com um pequeno pedaço de plástico.

Confira abaixo algumas curiosidades sobre ele:

1 - Brasileiro não costuma parcelar

Todo mundo fala que brasileiro adora uma parcela. Mas não é o que dizem os números do Banco Central (BC), nossa fonte para todos os dados que aparecem nos itens a seguir. A maioria dos brasileiros não parcelou no cartão (78,7%) no último trimestre de 2012. No mesmo período de 2006, o número era de 78,9%, ou seja, diminuiu um pouquinho. Além disso, ainda em 2012, 14,6% dividiram em duas ou três vezes, e 4,9% parcelaram de 4 a 6 vezes. Apenas 1,8% dos brasileiros optou por pagar em sete vezes ou mais.

2 - A maior bandeira é a Visa

A Visa domina o mercado de cartões de crédito no Brasil. No quarto trimestre de 2012 o país tinha mais de 38 milhões de cartões ativos com essa bandeira. Em segundo lugar está a MasterCard, com quase 36 milhões de usuários, seguida pela Hipercard, com quase 5 milhões. O Amex tem 1,8 milhão, à frente da Elo (438 mil) e Diners (271 mil)

3 - Cartão sem programa de pontos é o mais popular

O chamado cartão de crédito básico é o mais utilizado pelos brasileiros – estavam ativos mais de 61 milhões desses modelos no quarto trimestre de 2012. Ele é exclusivo para pagamento de compras, contas (água, luz etc.) e pode ser nacional ou até internacional. No entanto, ele não oferece benefícios adicionais como pontuação em programas de milhas aéreas, o que justifica a anuidade mais barata que a de qualquer outro modelo de cartão de crédito. Na análise do BC do mesmo período, o cartão intermediário – que oferece alguns serviços adicionais – tinha o segundo lugar de preferência dos consumidores, com mais de 10 milhões de unidades, seguido pelo premium, produto mais VIP, com quase 6,5 milhões.

4 - Quantidade de transações tem crescido

Em 2012 foram feitas 4,4 milhões de transações com cartões de crédito. Em 2006, o número era de 1,8 milhão. O uso dos cheques, em compensação, caiu de 2,2 milhões em 2006 para 1,4 milhão de transações em 2012, enquanto a utilização de cartões de débito saltou de 1,4 milhão de pagamentos em 2006 para 4,1 milhões em 2012.

5 - Transações movimentam bilhões no país

Os cartões de crédito movimentaram R$ 468 bilhões em 2012, crescimento considerável tomando-se que em 2006 o número era de R$ 146 bilhões. No mesmo ano de 2012, as assinaturas em cheques representaram um montante de R$ 2,8 bilhões, enquanto as operações com cartões de débito corresponderam a R$ 237 bilhões.

Adaptado de Money Guru

1 comentários:

  1. http://www.anunciargratisnainternet.org
    Nós somos o seu novo site de anúncios classificados. Torne-se membro gratuitamente e comece listando

    ResponderExcluir

 
Top