Enquanto você está aí na sua casa, pensando calmamente no que vai comer daqui a pouco, alguns cientistas do mundo todo trabalham arduamente para criar coisas assustadoras. No post de hoje você vai ver como pesadelos podem se tornar realidade em forma de animais artificiais.

1 - Cavalos robôs

Sim, essas coisas bizarras que se parecem cavalos, na verdade são criaturas semiautônomas que são chamadas de LS3s. Um técnico caminha na frente, dando ordens que os LS3s obedecem alegremente... Por enquanto! O LS3 é um projeto conjunto entre a DARPA e do Google Boston Dynamics. Essas criaturas cavalo estranhas, são destinadas a ajudar os soldados a transportar seus equipamentos no campo de batalha, mas ninguém nunca vai me convencer de que o Exército não está secretamente planejando montar essas coisas numa guerra.

Um LS3 tem uma capacidade de carga de 180 kg, ou seja, ele pode caçar e carregar dois ou três seres humanos se ele assim quiser, e você não vai conseguir escapar. Sim, o LS3 sabe como localizá-lo pelo som  também.

2 - Avestruz robô

O avestruz pode parecer a ave mais desengonçada e estúpida do planeta, mas não é bem assim. O avestruz além de ser a ave mais rápida, pode matar um leão com apenas um golpe. Sim, meu amigo, você não consegue fugir de um avestruz e muito menos enfrentar um deles, pois antes que você tenha tempo de arrancar sua arma, o bicho já vai ter te eviscerado com aquelas garras de Velociraptor dele. Tendo isso em mente, saibam que a Florida Institute for Human and Machine Cognition está trabalhando num avestruz robô. Isso mesmo, pode ficar com medo amigo, pois se o real já é um pesadelo, imagine uma versão feita de titânio.

A DARPA(que já encomendou alguns) diz que além de poder correr a 80 km/h, o robô avestruz poderá passar por qualquer tipo de terreno acidentado. Não, você não vai conseguir fugir desse também. Ainda bem que ele não voa. Logo a DARPA dá um jeito nisso também!

3 - Abelhas robóticas

Há alguns anos atrás, os cientistas estavam preocupados com o fenômeno do desaparecimento das abelhas. Embora algumas explicações viáveis ​​para o problema foram encontradas desde então, ninguém foi capaz de chegar a uma solução funcional. Populações de abelhas ainda estão em rápido declínio. Então decidiram fazer o que? Isso mesmo, abelhas robôs. Eu sei que as abelhas desempenham um papel importante na polinização e nos ecossistemas e tal, mas, pessoalmente, eu nunca gostei dos pequenos monstros.

O projeto é da Universidade de Harvard, e o que me assusta é pensar que daqui um tempo nos depararemos com nuvens de abelhas robôs sobrevoando nossas cabeças, talvez transportando pequenos mísseis e soltando ondas de eletricidade pelas antenas (não, eu não entendo muito de abelhas.)

4 - Gaivota Robô

Ok, é uma gaivota. A empresa Festo não liga para o fato de ser uma gaivota. Poderia ser um corvo, uma águia, um dragão, sei lá, usem a imaginação, mas perceberam que não merecíamos isso, por isso robotizaram uma gaivota mesmo. O robô no entanto pode ser muito útil em pesquisas aéreas, pois de longe assemelha-se bastante com a ave real. Interessante até o momento em que o bicho começar a defecar em nossas cabeças. Próximo!

5 - Aranha robô hiper-realista

Aranhas, são aranhas cara! Aranhas robóticas! Sim, o inferno está mais próximo do que imaginamos. O que dá na cabeça de um cientista para fazer uma aranha robô? Ele nunca teve um trauma de infância com esses seres de oito patas? Bom, o que importa é que elas realmente existem, e seus movimentos são idênticos aos de uma aranha real. O pequeno monstro robótico pode se esgueirar por qualquer canto enquanto você dorme e filmar cada passo seu. Isso me assusta bastante amigo! Dá só uma olhada nesse mini pesadelo!

Adaptado de Não Kibo

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top