No ano 2000, o desenho animado Bob Esponja Calça Quadrada estreava no Brasil, no canal Nickelodeon. A série animada de um personagem marinho e toda a sua turma teve imenso sucesso de público desde a estreia e foi para a TV aberta em 2003.

Divertido e engraçado, o desenho da esponja antropomórfica que mora em um abacaxi no fundo do mar se tornou um ícone não só infantil, mas de pessoas de todas as idades. Se você é um fã do Bob Esponja, sabe bem o que estamos falando.

Mas existem algumas curiosidades que nem todo mundo conhece. Logo abaixo você poderá conferir 5 coisas que talvez não saiba sobre esse personagem incrível e sua galera da Fenda do Biquíni, de acordo com um artigo de Roger Cormier do Mental Floss:

1 - A ideia veio de um biólogo marinho

Stephen Hillenburg, o criador da série, é formado em recursos naturais com ênfase em biologia marinha e também cursou artes. Depois da faculdade, ele lecionou no Ocean Institute, uma organização localizada na Califórnia e dedicada a educar o público sobre a ciência e a história marítima.

Enquanto trabalhava nesse lugar, Stephen se sentiu inspirado para unir as suas duas paixões: o desenho e a vida marinha, criando uma história em quadrinhos de nome The Intertidal Zone, que foi utilizada pelo instituto para ensinar os alunos sobre a vida animal em piscinas naturais.

A história de Stephen tinha vários personagens, que eram seres da vida subaquática transformados em criaturas divertidas para o entendimento ficar mais fácil e prazeroso. E o personagem principal era “Bob, a Esponja”, que antes se parecia com uma esponja do mar mesmo, e não como o Calça Quadrada é, como uma esponja de cozinha.

Depois de deixar o Ocean Institute em 1987, Stephen foi perseguir o seu sonho de ser animador com os seus personagens da vida marinha, mas ainda levaria mais de dez anos até o Bob Esponja se tornar um sucesso.

2 - O nome original era Garoto Esponja

Antes de “Bob, a Esponja” (que depois se tornou Bob Esponja), Stephen Hillenburg deu o nome ao personagem de Garoto Esponja (Sponge Boy). O problema é que esse era um nome registrado de um esfregão de limpeza e ele precisou mudar.

Porém, Stephen manteve o “esponja” no nome do protagonista, pois ele ficou preocupado que as crianças achassem que o personagem era um pedaço de queijo (devido à cor amarela e à textura do corpo).

3 - A personalidade dele foi influenciada por alguns atores de comédia

Segundo o criador do personagem, Bob Esponja foi inspirado nos célebres atores de comédia Jerry Lewis, Stan Lauren e Paul Reubens (intérprete de Pee-wee Herman). Derek Drymon, o diretor criativo da série, lembrou que Stephen queria criar um personagem com uma atitude jovem “de menino”, como eram os papéis de Lewis, Laurel e Herman, que ele tinha em mente.

Segundo o Mental Floss, Tom Kenny, a voz do Bob Esponja, disse que Hillenburg inicialmente descrevia o personagem falando como uma pessoa meio menino meio adulto, como uma espécie de anão.

4 - O peixe que sempre grita “minha perna!” tem nome

Sempre que existe um caos em algum episódio, existe um peixe que grita “minha perna!” (“my leg!!”). É possível observar e ouvir essa frase várias vezes nesse vídeo acima. Ao contrário do que muita gente pensava, esse peixe tem nome e se chama Fred. O nome dele foi revelado no episódio "Patty Hype".

5 - Existe uma paródia do desenho relacionada à maconha

Em 2003 e 2004, um estúdio de animação chamado Camp Chaos produziu uma série de duas temporadas para a VH1 e MTV2 chamada ILL-ustrated.

Um dos curtas animados criados para o show, SpongeBong HempPants (algo como Cachimbo Esponja Calça de Maconha), foi uma reinvenção não muito sutil de Bob Esponja Calça Quadrada, e os personagens tinham a forma de folha e cigarro de maconha, além de “apetrechos” para o uso da droga.

No entanto, os curtas nunca foram veiculados na televisão, devido às preocupações sobre a rede Nickelodeon. Porém, os episódios foram parar no YouTube, onde eles foram vistos mais de 6.300.000 vezes. Mas isso em nada afetou o sucesso e prestígio do verdadeiro Bob Esponja.

Adaptado de Mental Floss

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top