Lindos, fascinantes e muito misteriosos, os leopardos são felinos realmente fantásticos. Quem é que não se encanta com essa pelagem dourada com manchas marrom e toda sua inteligência, agilidade e técnicas de caça? Além disso, são belíssimos e o complexo desenho de sua pele é muito utilizado em estampas de tecidos do chamado animal print.

1 - Dieta

Uma das grandes características dos leopardos é a capacidade de caça. Eles preparam emboscadas, se agachando para atacar suas presas antes que elas tenham chance de reagir. Sabe como ele faz isso? Crava as suas presas no pescoço do outro animal, quebrando-o imediatamente e prendendo a mordida por alguns minutos até que ele morra.

Esses felinos são carnívoros, mas não fazem muita distinção a respeito dos animais que pretendem atacar. O que aparecer na frente é lucro: macacos, quaisquer tipos de roedores, aves de grande porte, antílopes, porcos, gazelas, javalis e muitos outros. Portanto, ele não pensará muitas vezes se tiver que atacar você também.

2 - Tamanho

Visto de uma certa distância, eles parecem ser enormes. Mas acredite: o leopardo é a menor espécie entre os felinos de grande porte. O menor deles chega a ter 92 centímetros de comprimento e o maior mede cerca de 190 centímetros. Esses números não são tão grandes com relação a outros tipos. Acrescente mais alguns centímetros de cauda, de 64 a 99.

Com relação ao peso, varia bastante entre macho (que geralmente pesa cerca de 36 a 75 quilos) e fêmea (que pode chegar a ter de 21 a 60 quilos). Todas essas informações foram fornecidas pelo Jardim Zoológico de San Diego, lugar que preserva alguns dos poucos leopardos que ainda estão presentes na natureza.

3 - Habitat

Como foi dito no começo do texto, os leopardos não vivem exclusivamente na África. Aliás, eles têm a incrível capacidade de se adaptar a todos os climas, como florestas tropicais, desertos, montanhas, terras arbustivas, pântanos, entre outros, e são conhecidos por conseguirem viver em mais lugares do que qualquer outro felino de grande porte.

Por isso é que eles podem ser encontrados em locais totalmente diferentes do planeta. De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza, é possível achar um leopardo inclusive na Turquia, Índia, Rússia, China, Sri Lanka, Himalaia, entre muitos outros. Assim, eles podem se adaptar facilmente até mesmo com o nosso clima aqui no Brasil.

4 - Hábitos

Os leopardos têm o hábito de viver em árvores, por isso não é raro você encontrar uma imagem deles assim, nos galhos de uma planta. A natureza é tão sábia que deu esse dom a eles, assim como seu revestimento camuflado, para que pudessem fugir dos predadores em cima de uma copa de árvore sem serem incomodados ou mortos.

Esses felinos são criaturas noturnas, preferem dormir durante o dia em cima de suas árvores e saem para caçar durante a noite. Eles preferem passar o tempo livre sozinhos, são criaturas totalmente solitárias e só costumam se enturmar com outros leopardos quando estão para acasalar ou são bem jovens, procurando se socializar com os outros de sua espécie.

5 - Estado de conservação

Infelizmente, agora chega a notícia chata, ruim de ser dada e péssima de ser ouvida: segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza, os leopardos são classificados como quase extintos e já estão na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas. É um fato preocupante e estima-se que existam apenas 30 animais vivendo na natureza.

Tudo isso se dá porque a reprodução dos leopardos está cada vez menor devido à destruição da natureza. Isso interfere diretamente nos animais. Sem falar também na caça que aumenta a cada dia. Uma das espécies mais raras do mundo é o leopardo de Amur, encontrado no extremo oriente da Rússia, na Coreia e nordeste da China.

Adaptado de LiveScience

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top