A partir da opinião de diversos especialistas no tema, são conferidas aos países notas que variam de 0 a 100. Quanto mais próxima de zero for a pontuação, mais corrupto é o setor público daquele lugar.

Nesta galeria, foram considerados apenas os países mais problemáticos, de acordo com a sua classificação geral no índice, e os destaques são a Somália e a Coreia do Norte. Ambos registraram a nota 8, considerada muito ruim. Juntos, os países ocupam a última posição no ranking, a 174ª.

Para a entidade, os resultados mostram que a corrupção é uma realidade global e nenhum país conseguiu atingir a nota máxima. A Dinamarca, por exemplo, que ocupa a 1ª posição da classificação geral, obteve 92 pontos. Já o Brasil ficou em 69º, com nota 43.

1 - Somália

Classificação geral: 174
Pontuação (2014): 8
Pontuação (2013): 8

2 - Coreia do Norte

Classificação geral: 174
Pontuação (2014): 8
Pontuação (2013): 8

3 - Sudão

Classificação geral: 173
Pontuação (2014): 11
Pontuação (2013): 11

4 - Afeganistão

Classificação geral: 172
Pontuação (2014): 12
Pontuação (2013): 8

5 - Sudão do Sul

Classificação geral: 171
Pontuação (2014): 15
Pontuação (2013): 14

Adaptado de Transparency International

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top