O amor verdadeiro sempre surpreende, não importando idade, cor ou religião. Quando amamos alguém, nos importamos como nunca, sentimos a dor dessa pessoa mesmo que não seja conosco. O amor nos deixa vulneráveis, na mesma medida em que nos fortalece.

Acompanhe cinco histórias comoventes, em que o coração e o sentimento falaram mais alto. Quem nunca amou, jamais viveu.

1 - Saudade não morre

Irina casou-se com Woodford. Após um mês, o visto do seu amado expirou, o fazendo ir embora. Passaram-se 11 anos com ela tentando sair da Rússia e ele tentando entrar. O reencontro ocorreu no Aeroporto de Baltimore nos Estados Unidos. Após esse dia, jamais se separaram.

2 - 60 anos de espera

Apenas 3 dias de casados até uma separação provisória que acabou virando 60 anos. Anna e Bóris se casaram em uma época pós-guerra na Síria de Stalin. A mulher foi expulsa de sua aldeia e se viu obrigada a abandonar tudo sem deixar vestígios, enquanto ele servia o exército. Nunca mais se viram, até resolverem visitar sua antiga aldeia no mesmo dia e hora. A emoção foi brutal, e eles casaram-se novamente.

3 - “Relembrar é viver”

Jack e Phyllis possuem história de filme. Casaram depois de um ano e meio que se conheceram. Pouco tempo depois, Phyllis desenvolveu uma doença degenerativa. Jack a visita todos os dias, lendo seu diário e mostrando fotos da família para estimular sua memória. Estão juntos até hoje, e essa foto foi tirada quando completaram 70 anos de casados.

4 - Conto de fatos

George e Carol interpretaram na terceira série a peça “A Bela adormecida”, ela como Bela e ele sendo o príncipe, dando assim seu primeiro beijo. Após 75 anos se reencontraram e se beijaram novamente, dessa vez no altar.

5 - (Não corra) Forrest

Forrest e Rose protagonizaram um dos casamentos mais famosos. Ela subiu ao altar com 90 anos e ele no seu centésimo aniversário. Viúvo duas vezes e ela uma, se juntaram graças aos amigos. A história foi tão bela que rendeu cartão de felicidades até mesmo do Barack Obama e sua esposa.

Adaptado de Mega Curioso

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top