Com um pouco mais de observação, é fácil constatar que as bactérias frequentemente encontradas em banheiros são também vistas em coisas cotidianas. Muitos itens podem até superar os mal falados vasos sanitários e ser mais sujos do que você imagina.

1 - Notas de dinheiro

Assentos sanitários são completamente limpos em comparação com as notas de dinheiro. Mais de um quarto delas abrigam quantidades perigosas de germes. Isso de acordo com cientistas da Queen Mary University of London, que descobriram que algumas das cédulas que nós carregamos nos bolsos todos os dias hospedam a bactéria E. coli, potencialmente mortal. Além disso, um estudo feito em 2011 pelo Departamento de Saúde de Nova York apontou a presença de bisfenol em cédulas de 21 países, uma substância usada na fabricação de embalagens de plástico que pode causar câncer e hipertensão.

E a coisa é ainda pior para os brasileiros: o mesmo estudo apontou que o real é uma das moedas mais sujas de todo o mundo.

2 - Suportes de papel higiênico

Cuidado quando estiver se limpando. Os suportes de rolos de papel higiênico contêm 150% mais germes do que os assentos sanitários – um fato alarmante descoberto pelo programa The Doctors, da rede de TV americana CBS.

3 - Esponjas de cozinha

Elas servem supostamente para manter nossas cozinhas limpas, mas toda a absorção de sujeiras e a limpeza das superfícies das louças faz com que a inofensiva esponja de cozinha seja uma das coisas mais sujas em casa. De acordo com microbiologistas da Universidade do Arizona, elas podem abrigar 200.000 vezes o número de germes normalmente encontrados no assento do vaso sanitário. Isso porque a cozinha costuma concentrar uma grande quantidade de germes que entram na nossa casa através da carne crua dos animais.

4 - Tigelas de ração dos animais de estimação

Falta de limpeza regular na tigela de ração do gato ou do cachorro pode torná-las mais sujas do que o vaso sanitário – o que, na reflexão, faz todo o sentido. De acordo com especialistas em saúde pública da Fundação Nacional de Ciências dos EUA, tigelas de animais de estimação são um dos objetos mais sujos da casa.

5 - Travesseiros

Travesseiros contêm bilhões de bactérias, a maioria das quais já viveram em seu rosto. Ainda assim, segundo o professor Jack Brown, da Universidade do Kansas, nos EUA, estes minúsculos organismos são inofensivos – contanto que as fronhas sejam lavadas semanalmente. Vale lembrar que é importante trocar os travesseiros a cada seis meses. Células mortas e ácaros costumam se acumular neles e causar acne, além de alergia em pessoas propensas a isso.

Adaptado de Scribol

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top