Enquanto os estúdios não se arriscam, aqui vai uma lista de sugestões de heroínas que adoraríamos ver nas telonas.

1 - Lord Fanny

A personagem fez parte da série de quadrinhos Os invisíveis, da DC, no fim dos anos 90. Os quadrinhos circularam pelo mundo e Lord Fanny é duplamente importante porque além de ser brasileira é uma travesti. Ela possui poderes mágicos e tenta libertar a humanidade da opressão.

2 - Priya

O livro em quadrinhos Priya’s Shakti transformou uma mulher indiana que foi estuprada em super-heroína. A história foi inspirada no caso da estudante que morreu após sofrer um estupro coletivo em um ônibus na Índia.

3 - Alana

Alana é uma extraterrestre da revista em quadrinhos Saga. Ela e seu marido Marko são de raças diferentes e pertencem a planetas que guerreiam entre si. Seus dois hobbies preferidos são livros e sexo e ela ainda faz qualquer coisa para proteger a filhinha Hazel.

4 - Qahera

A jovem egípcia Deena Mohamed criou essa heroína muçulmana, que combate o assédio sexual e outras violências contra mulheres em seu país de origem. Qahera carrega consigo uma espada e usa suas habilidades em luta para defender as mulheres dos agressores.

5 - Thor

Lançada em outubro de 2014, a Thor causou muito alvoroço no mundo dos quadrinhos. A Marvel anunciou que o poderoso deus do Trovão é, agora, uma mulher. Mesmo sendo muito criticada, aparentemente a escolha da franquia foi acertada:os quadrinhos da Thor vendem muito mais que os quadrinhos da versão masculina. A super-heroína também deu um belo soco no vilão Homem-Absorvente, que zombou das feministas.

Adaptado de Super

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top