O chocolate inglês que conquistou o mundo tem se tornado cada vez mais popular por aqui, mas só ganhou espaço no mercado tupiniquim nos últimos anos. Você pode não saber, mas a marca é muito mais antiga, lá da década de 30. Criado pela empresa britânica Rowentree Limited of York, o Kit Kat foi lançado em Londres no dia 29 de agosto de 1935, e desde então o wafer crocante coberto por uma grossa camada de chocolate ao leite só cresceu em diversos mercados.

Confira algumas curiosidades:

1 - Foi criado para acompanhar marmita

Como já foi dito, o chocolate foi criado em 1935 pela tradicional empresa britânica Rowentree Limited of York, na cidade de Londres. Antes de se chamar Kit Kat, o chocolate atendia pelo nome de Rowntree’s Chocolate Crsip. Ele foi criado através de uma sugestão de criar um lanche delicioso e nutritivo que pudesse ser levado na marmita dos trabalhadores. A versão original do chocolate tinha quatro fileiras unidas de wafer, cobertas com chocolate. Cada fileira tinha 1 cm de largura e 12 cm de comprimento. Ele foi batizado de Kit Kat dois anos depois.

2 - A origem centenária do nome

Segunda conta a história da empresa, o nome do chocolate deriva do Kit-Kat Club, um clube literário do século XVII. Devido ao teto baixo, eram expostos quadros retangulares, largos e não muito altos, conhecidos como Kit Kats. Os primeiros slogans utilizados pela comunicação da marca foram “A maior das pequenas refeições” e “A melhor companhia para uma xícara de Chá”. Isto mesmo, recomendava-se degustar o chocolate com a tradicional bebida dos ingleses. Já experimentou?

3 - Chocolate sem Leite

Durante a Segunda Guerra Mundial o chocolate se tornou um valioso alimento, de forma que a publicidade do Kit Kat na época passou a descrevê-lo como um chocolate que as pessoas realmente necessitavam. O produto já adotava as cores vermelha e branca desde a sua origem, mas passou a ser embalado em papel azul durante os anos de conflito, pois o chocolate passou a ser feito sem leite, apenas com chocolate amargo, em virtude do racionamento. Só em 1947 o Kit Kat voltou a ser comercializado em sua receita (e embalagem) tradicional .

4 - Hershey’s ou Nestlé?

Bom, as duas. No final da década de 1960, por meio de um acordo de licenciamento com a Hershey’s, o chocolate começou a ser vendido e produzido nos Estados Unidos pela empresa. Mais tarde, em 1988, a marca foi adquirida pela gigantesca Nestlé, que iniciou um forte processo de expansão pelos países asiátivos e da América Latina. Desta forma, enquanto a Nestlé fabrica a marca em todo o mundo, nos Estados Unidos a Hershey’s continua a responsável graças ao acordo anterior.

5 - Kit Kat e o Android

Em 2013, através de uma parceria criativa entre as gigantes Google e Nestlé, a empresa de tecnologia lançou uma nova versão de seu popular sistema operacional para dispositivos móveis batizada com o nome do chocolate. Seguindo a tradição de batizá-los com nomes de doces, foi lançado o Android Kit Kat (4.4). Como parte da campanha de Marketing do novo Android, a Nestlé remodelou a embalagem do chocolate, por tempo limitado, em 19 mercados mundiais (o Brasil não foi incluído). A versão do Android foi substitúida pela 5.0, que ganhou o nome de Lollipop (pirulito).

Adaptado de Dicas

0 comentários:

Postar um comentário

 
Top